Você sabia? Portugal é considerado o 3º melhor país para visitar em 2018

0
7381

Uma das maiores editoras de guias de viagens a nível mundial, Lonely Planet, publicou uma lista com os destinos-tendência do próximo ano. Portugal é o terceiro, atrás apenas do Chile e Coréia do Sul. A publicação mostrou que as terras portuguesas são mais acessíveis financeiramente do que muitos outros países.

Preparamos um breve descritivo de algumas cidades de Portugal para que você conheça melhor esse lindo país:

Braga

Faz parte de uma história milenar. A região foi iniciada no império romano como Bracara Augusta, em homenagem ao imperador Augusto. Conhecida também como a cidade dos Arcebispos, pois foi um importante local da Península Ibérica. Religiosa, a cidade exibe aos visitantes a Sé Catedral e a Capela de São Gonçalo, construída no século XI e restaurada no século XII. Braga apresenta grandes festas religiosas, principalmente na semana de Páscoa.

Cascais

É conhecida como a riviera portuguesa. Seu primeiro nome foi Fortaleza de Nossa Senhora de Luz de Cascais. No século XIX, o rei D. Luis I, declarou Cascais como região de praia da família real portuguesa. Então, mandou construir dentro da Fortaleza o Palácio da Cidadela, onde os últimos reis de Portugal passaram as férias de verão. Com a vinda da família real para Cascais, a nobreza também se instalou no local.

Coimbra

Terceira maior cidade de Portugal, conhecida como capital do amor e do conhecimento. Durante o império foi nomeada como: Conímbriga. Lá, nasceram seis reis de Portugal. Foi ainda o local onde o rei D. Dinis mandou construir a primeira universidade do país. Em Coimbra viveram os eternos apaixonados, D. Pedro e Inês de Castro, onde tiveram três filhos. A rotina de cidade gira em torno da universidade e dos estudantes. Eles dão vida às ruas com famosas festas acadêmicas, por exemplo, a festa das latas e a queima das fitas.

Évora

Conhecida como a capital do Alentejo, desde 1986 é Patrimônio Mundial da UNESCO. Apresenta um centro bem preservado, rico em monumentos. De acordo com a lenda, Évora teria sido sede das tropas do general romano, Sertório, que em conjunto com os Lusitanos enfrentaram o poder de Roma.

Fátima

O nome da cidade vem do árabe, Fãtimah. Durante a ocupação moura ou muçulmana, foi na Cova da Iria, em 1917, que nossa Senhora apareceu aos três pastores: Lúcia, Francisco e Jacinta. No total, foram seis aparições, sendo que na última, cerca de 70 mil pessoas assistiram ao milagre do Sol. Especificamente para Lúcia foram revelados os três segredos de Fátima: a Segunda Guerra Mundial, a queda do muro de Berlim e o atentado ao Papa. A cidade apresenta um santuário, com uma linda capela, Capela das Aparições.

Guimarães

Conhecida como o berço da nação portuguesa. Em uma das torres da antiga muralha está escrito: Aqui nasceu Portugal. O centro histórico do local é Patrimônio Mundial da UNESCO. Essa cidade com mais de um milênio de história, desde sua formação é designada como Vimaranes, pois teve origem com o fundador Vimara Peres, em meados do século IX. Encantadora é um autêntico labirinto de ruas estreitas e sinuosas com casas antigas que nos levam até a praça principal, Largo da Oliveira.

Lagos

Tornou-se um dos pontos centrais dos descobrimentos portugueses a partir do século XV. Foi a capital do reino do Algarve, destruída pelo tsunami que também destruiu Lisboa em 1755. No centro da cidade os visitantes podem encontrar o primeiro mercado de escravos da Europa, além de lojas, restaurantes e bares.

Lisboa

Diz a lenda que o mítico Ulisses chegou até Lisboa e os gregos a chamaram de Ulisseia. Depois, vieram os Finícios e nomearam Lisboa de Alis-hubo. No ano 714 foi chamada de Al-Lixbûnâ pelos povos Mouros. Só em 1147 a cidade de Lisboa é conquistada pelo primeiro rei de Portugal, D. Anfonso Henriques. É a capital de Portugal desde o século XIII. Foi a primeira região demarcada de vinhos do mundo, no vale do Douro, onde é feito o vinho do Porto. O destino tem um clima mediterrânico e sua gastronomia está influenciada pela proximidade do mar.

Nazaré

As mulheres da Nazaré têm como tradição o uso das sete saias, que representam as sete virtudes, sete dias da semana ou as sete cores do arco íris. Foi na Praia do Norte, em 2011, que Garrett Mcnamara surfou na maior onda gigante do mundo com 30m de altura.

Porto

Segunda maior cidade de Portugal, tornou-se a capital do Condado Portucalense. Devido ao seu centro histórico de arquitetura medieval e contemporânea com pontes que atravessam o rio Douro é Patrimônio Mundial da UNESCO. Em Porto, D. João I e a Princesa Inglesa, Filipa de Lencastre, se casaram. Ali, tiveram um filho, o Infante D. Henrique.

Sintra

A vila de Sintra é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1995. Seu nome tem raízes Celtas: “Cynthia”, que significa Deusa da Lua. Os romanos chamaram de “Mons Lunae”: Monte da Lua, na ocupação Moura. Nomearam também de Zintira com ocupação dos Visigodos. Depois, com a evolução da língua portuguesa, se tornou Sintra. A conquista dessa vila, no ano de 1147, foi feita pelo primeiro Rei de Portugal, D. Afonso Henriques. A tal magia de Sintra serviu de inspiração para poetas e escritores. Lord Byron descreveu como o paraíso glorioso. Eça de Queirós fala dos encantos: “Tudo em Sintra é divino, não há um cantinho que não seja um poema”.

Com foco em Portugal, a Schultz oferece o conceito Small Groups aos viajantes. São pequenos grupos (a partir de dois, e no máximo sete viajantes por veículo) que podem desfrutar de uma viagem super flexível. É possível equilibrar o itinerário previsto com outras opções de interesse dos passageiros.

Demais, não é? Confira nossos pacotes Small Groups para Portugal:

DEIXE UMA RESPOSTA